Copercana e Canaoeste promovem encontro técnico em Cravinhos

Por: Tamiris Dinamarco


A cidade de Cravinhos-SP foi responsável por sediar o segundo encontro técnico promovido pela Copercana e Canaoeste em 2019 e recebeu produtores, cooperados e associados da cidade local e de Serrana. O objetivo foi somar conhecimento envolvendo principalmente as áreas ambientais e jurídicas, além de palestras com temas relevantes na atualidade.

A abertura do evento contou com as boas-vindas do agrônomo Antonio Luís Toniolo, da Copercana, que, na ocasião, convidou todos a prestigiarem o 15º Agronegócios Copercana, que acontece entre os dias 25 a 28 de junho, em Sertãozinho-SP. A feira é uma oportunidade para os produtores realizarem bons negócios com condições especiais.

O gestor corporativo da Canaoeste, Almir Torcato, abriu oficialmente o evento mostrando como o associado precisa compreender o trabalho executado pela associação e o quanto isso agrega ainda mais valores para ele.

"O intuito da reunião é focar na sinergia das organizações, visto que a Canaoeste objetiva-se no trabalho assistencial, a Copercana no comercial e a Sicoob Cocred no financeiro. Fazer parte de um sistema integrado como esse completa a vida do fornecedor, pois são soluções diferentes pra cada tipo de negócio", enfatizou.
Ainda sobre a associação, o gestor explanou sobre a importância de um trabalho político na defesa dos interesses dos associados, já que esse valor agregado vai além dos serviços diretos que são tomados na prestação de serviços.

"Com certeza esses ganhos macros são tão importantes quanto os serviços diretos. Fazer parte da associação significa incluir-se de um sistema que trabalha para todos os seus fornecedores também, estimulando quem ainda não faz parte a associar-se. Ou seja, esses serviços somados agregam o trabalho da Canaoeste, numa engrenagem que soma e facilita a vida do associado, impactando menos em seu custo no campo", disse.
 
Como exemplificado na planilha acima em um estudo simplificado, Torcato explicou como as ordens de serviços apresentadas até o momento (incluindo valores comerciais normais para consulta agronômica, jurídica, desenhos técnicos de mapas e etc) totalizariam um valor aproximado de R$ 42 milhões. Em números brutos, a associação tem de receita 1/4 deste valor, ou seja, para cada real recolhido para a Canaoeste é retornado para os seus associados quatro vezes mais em prestações de serviços diretos.

Dando início às palestras da noite com o tema " Boas Práticas Agrícolas para evitar multas em lavouras canavieiras", a equipe jurídica e ambiental da Canaoeste, representada pelos advogados dr. Juliano Bortolotti e dr. Diego Rossaneis, além do gerente de Geotecnologia da Canaoeste, Fábio de Camargo Soldera, discorreram sobre assuntos pertinentes do cotidiano agrícola que mantiveram a atenção dos participantes.


"Nessas reuniões instruímos os nossos associados sobre a questão dos aceiros entre as APPs (Áreas de Preservação Permanente) e maciços florestais por ser o critério mais importante da Portaria CFA nº16/2017. É fundamental, ainda, que o produtor rural leve a documentação até o escritório da Canaoeste  para garantir o PAM, Monitoramento, Mapa de Risco e o Protocolo Etanol mais Verde", explicou Soldera.

Fechando a noite com os palestrantes convidados, André F. Nascimento, CGC da Mosaic, e Fauze Corrêa Filho, RTV da Syngenta, foram abordadas as novas tecnologias para adubação e altas produtividades em cana soca, além das técnicas de combate às principais pragas da cana-de-açúcar.

"As brocas afetam a área agrícola (em toneladas de cana) e da indústria (etanol e açúcar), podendo ser de baixa e alta infestação. O ideal é sempre ter um mapeamento das áreas e uma tomada de decisão rápida", explanou Corrêa Filho, mostrando o Ampligo como a principal tecnologia para essa praga e recomendado pela Syngenta.



ASSOCIADO BUSCA CONHECIMENTO E ATUALIZAÇÃO


Daniel Tavares - produtor de Serrana e associado


"Minha família é associada à Canaoeste há muitos anos e desde que comecei a trabalhar efetivamente nisso, em 2010, sigo acompanhando a associação nos eventos promovidos na nossa região. Sempre que posso procuro estar presente nas reuniões técnicas buscando um maior conhecimento, principalmente nos assuntos de legislação. É importante nos atualizarmos sempre, já que saímos da fase escolar e ficamos por fora das novidades. Além da compra de insumos, também usamos bastante os serviços de análise de solos, frequentamos as feiras e eventos técnicos e estamos sempre em contato com os agrônomos, que nos atendem prontamente."

mais
Notícias
do setor

COPERCANA E BAYER DISCUTEM INOVAÇÕES 19 de Setembro 2019

Por: Marino Guerra   Na tarde desta quinta-feira acontece em Ribeirão Preto o evento “Conecta Cana”, com realização de [...]

ler mais

O DILEMA DO CIPÓ 16 de Setembro 2019

Por: Marino Guerra   Um dos principais assuntos discutidos durante o Wokshop sobre recuperação de vegetação nativa, vinculado [...]

ler mais

SUSTENTABILIDADE NA PRÁTICA 13 de Setembro 2019

Por: Marino Guerra   Ao longo da semana profissionais ligados à área ambiental de usinas e associações de fornecedores de [...]

ler mais

O TRIGO E O MILAGRE DA PRODUTIVIDADE 09 de Setembro 2019

Por: Marino Guerra Em meados da década de 80, o produtor rural João Ângelo Guidi enxergou numa região de altitude, em Uberaba [...]

ler mais

MENOS IRRIGAÇÃO 04 de Setembro 2019

Por: Marino Guerra O produtor de Motuca, José Luiz de Laurentiz Sobrinho, abriu a porteira de sua fazenda na manhã desta quarta-feira para [...]

ler mais

MANEJO DE FUNGICIDAS 03 de Setembro 2019

Por: Marino Guerra   Durante o Congresso Nacional da Bioenergia, que aconteceu em Araçatuba, no mês de agosto, houve um painel exclusivo para [...]

ler mais

@ 2019 Agronegócios Copercana Todos os direitos reservados