Açúcar: preços do mercado internacional fecham semana com queda de 24 pontos

Os preços do açúcar no mercado internacional fecharam a semana desvalorizados em 24 pontos na tela maio/18 da bolsa de Nova York, quando comparados aos preços da semana anterior. No vencimento julho/18, a queda foi de 18 pontos no comparativo entre as duas semanas. Nem mesmo a pequena alta ocorrida na última sexta-feira (13), dada as previsões de superávit na oferta mundial de açúcar nas safras 2017/18 e 2018/19, conseguiram frear a crescente desvalorização.
 
"Segundo a FCStone, a oferta mundial (de açúcar) deve registrar um superávit de 6,9 milhões de toneladas em 2017/18. Já o holandês Rabobank estima um excedente de 7,6 milhões de toneladas para o mesmo ciclo - o segundo maior resultado dos últimos dez anos", informou nota publicada pelo jornal Valor Econômico de hoje (16).
 
No vencimento maio/18 da bolsa norte-americana, os preços na última sexta-feira foram firmados em 12.08 centavos de dólar por libra-peso, valorização de três pontos no comparativo com a véspera. Na tela julho/18, os negócios foram fechados em 12.20 centavos de dólar por libra-peso, alta de sete pontos. Os demais contratos subiram entre três e cinco pontos.
 
"Analisando os dados dos últimos 10 anos dos fechamentos diários do contrato de açúcar mais negociado em NY, cobrindo o período de abril de 2008 até final de março de 2018, observamos que em apenas 7.5% dos casos NY encerrou a sessão abaixo dos 12 centavos de dólar por libra-peso. E em apenas 2.3% das vezes encerrou abaixo de 11 centavos de dólar por libra-peso. Mercado abaixo de 10 centavos de dólar por libra-peso foi observado em apenas 0.3% das ocasiões", constatou o diretor da Archer Consulting, Arnaldo Luiz Côrrea, em seu comentário semanal.
 
Em Londres, os preços também fecharam no azul na última sexta-feira. A commodity foi comercializada a US$ 352,60 a tonelada no vencimento maio/18, alta de 3,00 dólares. Os contratos para agosto/18 fecharam em US$ 339,00 a tonelada, aumento de 1,40 dólar. Os demais negócios subiram entre 1,10 e 2,10 dólares.
 
Mercado interno
 
No Brasil, os preços do açúcar fecharam em queda na sexta-feira, após um longo período de alta. Segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP, a saca de 50 quilos do tipo cristal foi vendida a R$ 54,81, retração de 0,83% no comparativo com o dia anterior.

mais
Notícias
do setor

Secretaria de Agricultura e Abastecimento destina R$ 16 [...] 16 de Novembro 2018

O clima é o principal fator de risco para a produção agrícola. Temporais, secas prolongadas e geadas podem comprometer a renda do [...]

ler mais

Sementes valiosas 13 de Novembro 2018

Por: Marino Guerra Na virada do século a cultura do amendoim nas regiões canavieiras parecia que ia acabar. O setor canavieiro iniciava sua [...]

ler mais

AÇÚCAR/CEPEA: Indicador retoma casa dos 67 reais/sc 13 de Novembro 2018

Neste início de novembro, o Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar cristal, cor Icumsa de 130 a 180, no mercado paulista, voltou à casa [...]

ler mais

Agronegócio da África renderá US$ 1 trilhão até 2030 13 de Novembro 2018

Empresas participantes do Fórum de Investimento da África afirmaram que o agronegócio no continente deve chegar ao valor de US$ 1 [...]

ler mais

Queda na produção eleva cotações do açúcar 13 de Novembro 2018

Os contratos futuros do açúcar voltaram a subir nas bolsas internacionais nesta segunda-feira (12), após a Unica anunciar a [...]

ler mais

Grupo de países latino-americanos combate desinformação [...] 08 de Novembro 2018

Consolidar uma aliança definitiva entre os países produtores de açúcar da América Latina. Este é o principal objetivo [...]

ler mais

@ 2018 Agronegócios Copercana Todos os direitos reservados