Preços do açúcar fecham em alta, aguardando resultados da safra no Hemisfério Norte

Os preços do açúcar subiram ontem (10) no mercado internacional. Na bolsa de Nova York, a commodity fechou cotada em 14.17 centavos de dólar por libra-peso na tela março/18, alta de 17 pontos. No vencimento maio/18, a valorização foi de 13 pontos, com negócios firmados em 14.24 centavos de dólar por libra-peso. Os demais contratos tiveram aumento entre oito e 11 pontos.
Nesta terça-feira (10), a consultoria INTL FCStone divulgou as perspectivas sobre o mercado de açúcar nos próximos meses. De acordo com os especialistas da empresa, após um semestre de pouca movimentação por circunstâncias da paridade com o etanolno Brasil, o mercado internacional de açúcar deve se voltar para a safra do Hemisfério Norte, da qual se espera um grande aumento das exportações, principalmente de açúcarbranco.
"Nos próximos meses, o principal foco do mercado internacional de açúcar será a produção na União Europeia, Índia, Tailândia e Paquistão. Depois de muitos meses de especulação, os primeiros resultados de campo vindo destes países confirmarão ou frustrarão as expectativas dos agentes quanto à produção de países, que hoje são muito otimistas", detalhou ainda o release divulgado.
As cotações da bolsa de Londres também fecharam em alta ontem. No lote dezembro/17 a alta foi de 1,10 dólar, com a tonelada do açúcar vendida a US$ 372,80. No vencimento março/18 a commodity foi comercializada a US$ 374,40 a tonelada, valorização de 2,40 dólares. Os demais contratos subiram entre 1,60 e 2,70 dólares.
Mercado interno
No Brasil, a saca de 50 quilos do tipo cristal fechou com alta de 0,23% ontem. Segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP, os preços foram firmados em R$ 53,21.
Etanol
O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas, também subiu ontem, registrando a quarta alta consecutiva. O biocombustível foi comercializado a R$ 1.580,00 o metro cúbico, alta de 0,25% no comparativo com a véspera.
Os preços do açúcar subiram ontem (10) no mercado internacional. Na bolsa de Nova York, a commodity fechou cotada em 14.17 centavos de dólar por libra-peso na tela março/18, alta de 17 pontos. No vencimento maio/18, a valorização foi de 13 pontos, com negócios firmados em 14.24 centavos de dólar por libra-peso. Os demais contratos tiveram aumento entre oito e 11 pontos.
Nesta terça-feira (10), a consultoria INTL FCStone divulgou as perspectivas sobre o mercado de açúcar nos próximos meses. De acordo com os especialistas da empresa, após um semestre de pouca movimentação por circunstâncias da paridade com o etanolno Brasil, o mercado internacional de açúcar deve se voltar para a safra do Hemisfério Norte, da qual se espera um grande aumento das exportações, principalmente de açúcarbranco.
"Nos próximos meses, o principal foco do mercado internacional de açúcar será a produção na União Europeia, Índia, Tailândia e Paquistão. Depois de muitos meses de especulação, os primeiros resultados de campo vindo destes países confirmarão ou frustrarão as expectativas dos agentes quanto à produção de países, que hoje são muito otimistas", detalhou ainda o release divulgado.
As cotações da bolsa de Londres também fecharam em alta ontem. No lote dezembro/17 a alta foi de 1,10 dólar, com a tonelada do açúcar vendida a US$ 372,80. No vencimento março/18 a commodity foi comercializada a US$ 374,40 a tonelada, valorização de 2,40 dólares. Os demais contratos subiram entre 1,60 e 2,70 dólares.
Mercado interno
No Brasil, a saca de 50 quilos do tipo cristal fechou com alta de 0,23% ontem. Segundo o indicador do Cepea/Esalq, da USP, os preços foram firmados em R$ 53,21.
Etanol
O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas, também subiu ontem, registrando a quarta alta consecutiva. O biocombustível foi comercializado a R$ 1.580,00 o metro cúbico, alta de 0,25% no comparativo com a véspera.

mais
Notícias
do setor

O agro é forte 24 de Setembro 2018

O setor agro sempre nos enche de orgulho. Produz riqueza, gera emprego e contribui para a sustentabilidade ambiental. O agro brasileiro contribuiu com 23,5% do [...]

ler mais

Lucratividade e Produtividade resultam de mudas de [...] 24 de Setembro 2018

Nos dias 24 e 25 de outubro em Ribeirão Preto a Mackensie Agribusiness através de seu Programa de Capacitação Qualificada apresenta [...]

ler mais

Cresce competitividade do etanol 24 de Setembro 2018

Dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilados pela União da Indústria de [...]

ler mais

Brasil é o 3º maior exportador agrícola 20 de Setembro 2018

Dados da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), divulgados no início da semana, [...]

ler mais

Pesquisadores querem Europa 100% agroecológica 20 de Setembro 2018

Os pesquisadores franceses Pierre-Marie Aubert e Xavier Poux afirmaram em uma conferência realizada em Paris, na semana passada, que a agricultura [...]

ler mais

Após três quedas consecutivas, açúcar volta a subir nas [...] 20 de Setembro 2018

Os contratos futuros do açúcar voltaram a subir nos mercados internacionais nessa quarta-feira (19), após três pregões de [...]

ler mais

@ 2018 Agronegócios Copercana Todos os direitos reservados