USDA reduz previsão de safra de soja do Brasil em 5 mi t, para 117 mi t

A safra de soja 2018/19 do Brasil foi estimada em 117 milhões de toneladas pelo Departamento de Agricultura dos EUA, queda de 5 milhões de toneladas ante a previsão anterior, uma vez que as lavouras em várias partes do país foram atingidas pela seca e altas temperaturas nos últimos meses.
A projeção desta sexta-feira do USDA ficou em linha com a expectativa do mercado, de 116,99 milhões de toneladas. A colheita 2018/19 do país, maior exportador global da oleaginosa, está em andamento.
A estimativa do USDA aponta uma redução de 3 por cento na safra brasileira na comparação com o recorde da temporada anterior, quando o Brasil superou a colheita norte-americana pela primeira vez na história.
Em 2017/18, segundo o USDA, os EUA colheram 120,07 milhões de toneladas, enquanto o Brasil teve produção de 120,8 milhões de toneladas.
A colheita da temporada 2018/19 no Brasil está em ritmo acelerado, o que deverá gerar embarques de cerca de 6 milhões de toneladas em fevereiro, segundo a programação de navios.
Em Mato Grosso, maior produtor de soja do Brasil, com mais de um quarto da produção nacional, a colheita atingiu até esta sexta-feira 53,23 por cento da área total, 24,60 pontos percentuais à frente do mesmo período do ano passado, informou o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).
A safra foi antecipada por boas condições climáticas, com chuvas favoráveis durante o período de plantio, antes de o clima ficar irregular no desenvolvimento das lavouras em importantes regiões produtoras.
 
Milho
O USDA ainda manteve a previsão de safra de milho do Brasil 94,50 milhões de toneladas, com o cereal sofrendo menos os efeitos da seca, até porque a maior parte da produção do grão no país é na segunda safra, que está sendo plantada.
Na temporada passada, quando o clima reduziu a safra brasileira, a produção foi estimada pelo USDA em 82 milhões de toneladas.

mais
Notícias
do setor

Estoques exportáveis e vendas pontuais da Índia seguem [...] 16 de Abril 2019

O açúcar no mercado internacional segue sua rotina de resistência e aponta, quando muito, para entre agosto e setembro um suporte mais [...]

ler mais

Reposição de nutrientes no solo pós colheita é essencial [...] 16 de Abril 2019

Na semana em que se comemora o Dia Nacional de Conservação do Solo, especialistas fazem um alerta: repor os nutrientes do solo após uma [...]

ler mais

Evento "Energia Renovável", que acontece nesta sexta-feira em [...] 10 de Abril 2019

Para o presidente da União da Agroindústria Canavieira do Estado de São Paulo (UNICA), Evandro Gussi, uma das presenças confirmadas [...]

ler mais

Dia de campo apresenta resultado do programa Gennesis da FMC 09 de Abril 2019

Por:Marino Guerra No mês de março integrantes do time técnico do Departamento de Insumos da Copercana tiveram a oportunidade de [...]

ler mais

Dia de campo analisa desempenho de nematicidas biológicos 09 de Abril 2019

Por: Marino Guerra No final do mês de fevereiro aconteceu na Fazenda Santa Adelaide (localizada na região do aeroporto, em Barretos-SP), de [...]

ler mais

O que fazer quando encontrar embalagens de defensivos jogadas [...] 09 de Abril 2019

Por: Marino Guerra Domingo de Carnaval e um cooperado de Sertãozinho, ao rodar seu canavial, percebe um cheiro estranho, vai em sua [...]

ler mais

@ 2019 Agronegócios Copercana Todos os direitos reservados