Bagaço da cana-de-açúcar: um potencial na geração de energia elétrica do país

Nesta segunda-feira (05), o Brasil Rural entrevista o pesquisador do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEN), Marcos Djun Barbosa Watanabe. Ele falou do projeto SUCRE (Sugarcane Renewable Electricity) sobre a bioeletricidade gerada a partir da palha e do bagaço de cana-de-açucar.
 
O Projeto SUCRE, desenvolvido pelo CTBE - Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol - tem como objetivo principal aumentar a produção de eletricidade com baixa emissão de gases de efeito estufa na indústria de cana-de-açúcar, por meio da palha gerada durante a colheita da cultura.
 
"O benefício ambiental dessa fonte (biomassa) é ainda maior. O que acontece é que dentro das avaliações que a gente faz no projeto, a gente compara muito a eletricidade gerada a partir da biomassa de cana com fontes que são um pouco mais poluentes, que são fontes fósseis, por exemplo, a eletricidade que é produzida a partir do gás natural. Quando a gente compara a eletricidade de biomassa com a do gás natural, os estudos que a gente tem feito mostram que a redução na emissão de gases de efeito estufa pode ser até 8 vezes menor", esclarece Marcos Djun.
 
O pesquisador explica que a geração de energia começa após a cana passar pelo processo de esmagamento e que a sobra vai para fornalha gerando energia elétrica. Esse processo vem desde a década de 70. Ele acrescenta ainda que cálculos do projeto indicam um potencial de geração de energia elétrica na casa do 100 TWh, cinco vezes do que já é produzido, do que é exportado pra rede elétrica e que poderiam suprir 80% de todo consumo de energia do país.
 
Ouça a entrevista, clicando aqui.

mais
Notícias
do setor

Secretaria de Agricultura e Abastecimento destina R$ 16 [...] 16 de Novembro 2018

O clima é o principal fator de risco para a produção agrícola. Temporais, secas prolongadas e geadas podem comprometer a renda do [...]

ler mais

Sementes valiosas 13 de Novembro 2018

Por: Marino Guerra Na virada do século a cultura do amendoim nas regiões canavieiras parecia que ia acabar. O setor canavieiro iniciava sua [...]

ler mais

AÇÚCAR/CEPEA: Indicador retoma casa dos 67 reais/sc 13 de Novembro 2018

Neste início de novembro, o Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar cristal, cor Icumsa de 130 a 180, no mercado paulista, voltou à casa [...]

ler mais

Agronegócio da África renderá US$ 1 trilhão até 2030 13 de Novembro 2018

Empresas participantes do Fórum de Investimento da África afirmaram que o agronegócio no continente deve chegar ao valor de US$ 1 [...]

ler mais

Queda na produção eleva cotações do açúcar 13 de Novembro 2018

Os contratos futuros do açúcar voltaram a subir nas bolsas internacionais nesta segunda-feira (12), após a Unica anunciar a [...]

ler mais

Grupo de países latino-americanos combate desinformação [...] 08 de Novembro 2018

Consolidar uma aliança definitiva entre os países produtores de açúcar da América Latina. Este é o principal objetivo [...]

ler mais

@ 2018 Agronegócios Copercana Todos os direitos reservados